segunda-feira, 4 de julho de 2011

ALEXANDRE GARCIA E JARAGUÁ DO SUL


O mestre em distorções Alexandre Garcia, em spots que o mesmo vende (não muito barato)  à rádios do Brasil Inteiro, mostrou como se pode, com a simples mudança de duas palavras, distorcer o sentido de uma frase, em favor é claro de sua visão de mundo e de política.

Esta visão de mundo e de política é na verdade refletida na própria distorção cometida, que acredito não foi um simples equívoco, mas uma alteração intencional.  

O dito cujo, nos programas televisionados não ousa falar 1% do que fala nos rádios, afinal emprego fixo é emprego fixo.

Vamos ao fato:

Diversos outdoors em Jaraguá do Sul foram fotografados e ganharam o Brasil pela Internet, e o comentarista, na gravação, diz que recebeu os mesmos e leu seus conteúdos (alterando a ordem de duas palavras).

Nestes anúncios, vemos argumentos sobre a realidade salarial e jornada de vereadores, sendo que todos, finalizam com a frase “Não precisamos de mais vereadores”, fazendo alusão ao movimento contrário à reposição do número de cadeiras da casa legislativa desta cidade.

O comentarista, com comentário digno de Mussolini e Hitler, alegou que os letreiros possuíam  a seguinte frase: “Não precisamos mais de vereadores” e teceu comentários de que vereadores deveriam ser voluntários ou mesmo nem precisariam existir.

Esta nota foi celebrada pelos aliados dos ocupantes do Poder Executivo. Quanto menos fiscais melhor!

Toda esta celeuma, criou corpo em razão da alegada má qualidade dos edis.

Engraçado! Muito embora haja no senso comum um aparente consenso de que a qualidade da educação no Brasil é ruim, ninguém propõe em fechar ou mesmo parar de construir escolas e demitir professores. Alguma coisa neste raciocínio está errada!

Quanto às distorções, estas são o atalho e o caminho dos que não tem compromisso com a verdade.

Pensem nisso!

Um comentário: